domingo, 8 de fevereiro de 2009

Combustível Simonal.

Com estreia prevista para abril, "Simonal - Ninguém sabe o duro que eu dei", documentário de Cláudio Manoel, Calvito Leal e Micael Langer, traz imagens preciosas do cantor-símbolo da Pilantragem em sua relação com a publicidade. No fim da década de 1960, Wilson Simonal de Castro (1939-2000) emprestou um tempero samba-rock a comerciais de combustível e de formicida. O filme, que teve sua primeira sessão pública no Festival É Tudo Verdade 2008, traz reclames com o intérprete de "A vida é só pra cantar" em sequências heroicas. Confira um dos anúncios estrelados por ele. No endereço , há outra iguaria: os comerciais Shell com os Mutantes, com direito a uma Rita Lee na fina flor da juventude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário