sábado, 31 de janeiro de 2009

Dois ingleses e um americano.

Três filmes. Dois suaves e divertidos e um para chocar o distinto público.

Stella Artois - "Perfection Has It's Price".

O humor fino e irônico presente em todos os filmes da marca, está de volta neste comercial da Lowe de Londres para a Stella Artois. Uma prova de ciclismo em belas locações de produção caprichada, que remetem a um passado de tradição da marca.
Como diz o slogan: perfeição tem seu preço. E no caso deste filme, não é barato.



Os laboratórios Pfizer na Inglaterra, alertam o consumidor para evitar a automedicação. Você pode estar ingerindo veneno sem saber. Alguns enquadramentos acabam "maquiando" a pós produção de efeitos no filme, mas a idéia é boa e contundente e surpreende o espectador pelo menos na primeira inserção. A agência é a Langland, dirigido por Henry Littlechild e com pós-produção da The Mill.




A idéia parecia boa, até descobrir esse aqui sobre bulimia igualmente chocante.



TBWA\CHIAT\DAY de Los Angeles. De lá costuma vir coisa boa. E veio mais um da Pepsi, agora na onda da Obamamania, que vem tomando conta dos Estados Unidos. O filme desfila situações da vida americana desde o comecinho do século 20, ao som de "My Generation" sucesso da banda The Who nos anos 60.
É muito bem produzido, mas num comercial americano e com este tema não é favor nenhum.
The Who pra quem era daquela ou desta geração ainda bate uma bola.
A produção é da MJZ, direção de Dante Ariola e fotografia de Matthew Libatique.