quarta-feira, 8 de julho de 2009

Criaturas da noite atrás de um desconto no torpedo.

Não custa lembrar que o cinema é uma das maiores fontes de inspiração da publicidade. O mais recente exemplo estará em exibição a partir de amanhã e até o final de julho nas salas do Cinemark do Rio e São Paulo.
A Claro pega carona
nos filmes de mistério e suspense num comercial que mostra "criaturas da noite" uivando na madrugada. Nesse período toda criatura pode aproveitar a promoção de 50% de desconto no envio de torpedos entre meia noite e 8 da manhã.
O comercial é da F/Nazca com criação de Eduardo Lima, Ricardo Jones e Airton Carmignani. A sofisticada produção (para um filme de varejo) é da O2 com direção de Paola Siqueira e fotografia de Ralph Strelow (fotógrafo de "A mulher invisível"). A trilha é da Nova Onda.

video

Som, Fúria e Talento.

Estreou na Globo a minisérie Som & Fúria, o mais novo trabalho de Fernando Meirelles para a TV.
Com um elenco de primeira - que segundo declaração do diretor - ontem ao Cinema Curto “deixou meu trabalho muito mole” -, mais produção, fotografia e direção de arte impecáveis ficou mais mole ainda levar o bardo ao horário nobre.
A trama apresenta diretores de companhias teatrais em situações opostas: uma ocupa o Teatro Municipal de São Paulo com uma cara montagem de “Sonhos de uma noite de verão” e a outra dura como o nome do teatro na porta sugere - Sans Argent - é despejada por não pagar o aluguel da sala.
Numa linguagem dinâmica, sem respiros nem para o público (um break, um comercial), tem mais de cinema, e bom cinema, do que TV.
Um lance pode ter passado despercebido do público. Numa clara citação a seu trabalho publicitário, Meirelles mostra na platéia do teatro e depois mais a frente se apresentando no palco, uma dupla de atores (Arthur Khol e Wandi Doratiotto) que ficou íntima do espectador em 1991 ao lançar um dos mais expressivos bordões da propaganda brasileira.
“Não é assim uma Brastemp”.
Relembre abaixo a dupla inesquecível.