sexta-feira, 13 de maio de 2011

Entrou areia.

‘Caminho da liberdade’ é uma das estreias desta sexta nos cinemas. Produzido, escrito e dirigido pelo australiano Peter Weir, dono de uma diversificada filmografia em que se destacam 'Sociedade dos poetas mortos', 'O show de Truman' e o thriller 'A testemunha'.

Na trama, o ano é 1940, na Polônia rachada ao meio entre a Rússia de Stalin e a Alemanha de Hitler. Januzc (Jim Sturgess) é acusado de espionagem após denuncia de sua mulher, torturada pelo exercito de Stalin.

Condenado a trabalhos forçados num gulag, empreende uma fuga ao lado do americano esquisitão Mr. Smith (Ed Harris) e mais cinco condenados. Caminham mais de 6.400 km atravessando geleiras siberianas, o deserto de Gobi, passando pelo Tibet até atingir a Índia.

Falta ao filme de Weir (sem filmar há 7 anos) densidade dramática e envolvimento emocional com seus personagens. Tudo indica que o diretor quer esconder as mazelas de seu roteiro com a belíssima fotografia de Russel Boyd.

Filmes inspiram, mas este eu duvido que vá lhe dar disposição para uma caminhada no fim de semana.

Ufa!!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário